Hotéis minúsculos no Japão

Já viram os quartos minúsculos que são opção de hospedagem barata no Japão? Eles são ligeiramente maiores que hotel-cápsula, camas são empilhadas, banheiro é coletivo, e o preço é muito menor.

O preço dos hotéis no Japão está subindo, mas uma nova leva de hospedagens baratas e criativas em ambientes minúsculos se tornou uma opção para turistas com orçamento limitado.

Semelhantes aos famosos hotéis-cápsula, eles oferecem um serviço de melhor qualidade, uma decoração mais moderna e um pouquinho mais de espaço – permitem ao menos ficar de pé.

02

Exemplo de um hotel-cápsula. As cápsulas são dispostas lado a lado, uma em cima da outra.

Um desses lugares é o Grids, um antigo prédio de escritórios de oito andares que foi convertido em hotel no famoso distrito comercial de Akihabara.

Carpa pintada na parede de um dos hotéis econômicos do Japão; quartos são minúsculos, mas têm decoração moderna e melhor serviço que hotéis-cápsula

Carpa pintada na parede de um dos hotéis econômicos do Japão; quartos são minúsculos, mas têm decoração moderna e melhor serviço que hotéis-cápsula

A opção mais barata é uma cama em um quarto coletivo, que inclui chinelos, toalha de banho, armário e chave. O preço da diária é a partir de 3,3, mil ienes (cerca de R$ 80), enquanto no centro de Tóquio, um quarto em um hotel comum custa atualmente cerca de 30 mil ienes (R$ 750) por noite, mesmo em estabelecimentos com serviços limitados.

Segundo o proprietário do Grids, converter um prédio de escritórios em hotel é muito mais barato e rápido do que construir algo do zero.

Outra rede que está transformando prédios de escritórios em hotéis é a First Cabin. O quarto com cama de solteiro – e apenas isso, pois não há espaço para mais nada – custa 5,5 mil ienes (cerca de R$ 140). O banheiro é comunitário e tem capacidade para dez pessoas.

04

Quarto coletivo em um hotel de Tóquio, no Japão

Outra opção mais em conta do que a tradicional é o hotel Nove Horas, disponível nos aeroportos internacionais de Narita e de Quioto.

Baseados na noção de que as pessoas dormem sete horas por noite e precisam de uma hora antes e uma depois para se ajeitarem, eles também lembram os hotéis-cápsula, mas o serviço é conhecido por ser de melhor qualidade.

“Nosso serviço se limita a cama e chuveiro”, diz Takahiro Matsui, chefe executivo da empresa Nine Hours Inc, que administra o hotel. “Mas temos a melhor qualidade para o que oferecemos.”

07

Hotel “Nine Hours” no aeroporto de Narita, Japão.

E aí? Você teria coragem de se hospedar em um quarto tão pequeno assim?

Fonte: Globo

[ Readmore. ]

As 10 chegadas em aeroportos mais belas do mundo

Não ter que passar por cima de passageiro no assento ao lado para ir ao banheiro, muitas vezes supera o desejo de olhar para as nuvens brancas e macias e para os campos quadrados de terra quando o avião está descendo.

Existem, no entanto, algumas exceções.

PrivateFly, uma plataforma global de reservas de jatos privados, acaba de lançar os resultados de sua pesquisa global de 2015 com as chegadas mais belas em aeroportos pelo mundo.

Quando você está voando para alguma destas 10 belezas, que oferecem vistas de tudo, como de paisagens montanhosas ou arranha-céus maravilhosos, você com certeza deverá sentar na janela!

O aeroporto de Queenstown, na Nova Zelândia foi o grande vencedor, seguido do Aeroporto McCarran de Las Vegas e Nice Cote D’Azur, na França.

A pesquisa foi realizada em março e abril deste ano e recebeu mais de 3.000 votos individuais.

Um total de 147 aeroportos mundiais recebeu indicações.

“Nossa pesquisa tornou-se uma lista essencial para quem ama viajar, e oferece uma mistura fascinante de locais pelo globo”, diz Adam Twidell, CEO da PrivateFly e um piloto experiente.

“De vistas magníficas de cidades como Las Vegas e Londres, para pequenas pistas remotas de pouso, como Saba, no Caribe (menor pista de decolagem comercial do mundo); e o incomparável pouso na praia na Escócia.”

Aqui estão as 10 chegadas em aeroportos mais belas do mundo, de acordo com pesquisa da PrivateFly:

10. Aeroporto Internacional de Cape Town:

A pista de pouso do Aeroporto Internacional de Cape Town, oferece vistas da famosa montanha sul-africana, Table Mountain, localizada aproximadamente 45 km do aeroporto. Eleitores da PrivateFly classificou como a 10ª chegada mais bonita do mundo.

10

9. Aeroporto da Cidade de Londres

Não há necessidade de um trem expresso quando você pousar no Aeroporto da Cidade de Lonres, o aeroporto mais próximo do centro da cidade. Em um dia claro, aqueles em um assento na janela terão uma vista ótima do Rio Tâmisa e de alguns pontos turísticos ingleses. Para os pilotos, o Aeroporto da Cidade de Londres oferece um pouso difícil. PrivateFly disse que a descida é de 5,8 graus que costuma revirar o estômago, em oposto à descida normal de 3 graus nos demais aeroportos.

09

8. Aeroporto de Gibraltar

Localizado apenas a 500 metros do centro da cidade, a pista de pouso do Aeroporto de Gibraltar divide espaço com uma das principais rodovias da ilha. Pedestres e carros precisam parar na beirada da pista todas as vezes que um avião decola ou aterriza neste território britânico.

08

7. Aeroporto da Cidade de Toronto

O Aeroporto da Cidade de Toronto (também conhecido como Aeroporto Billy Bishop) é uma pequena instalação localizada em uma ilha no Lago Ontário na maior cidade do Canadá. Seu acesso é apenas por balsas de passageiros e é usado por companhias aéreas regionais, aviação privada, voos fretados e voos de emergências médicas.

07

6. Aeroporto Juancho e Irausquin

Aeroporto Juancho e Irausquin é o único aeroporto na ilha caribenha de Saba, um município especial da Holanda. Ele possui a menor pista de decolagem comercial do mundo (395 metros de comprimento) e de um lado está rodeada por montes e com montanhas que saem direto do mar em ambas as extremidades. Devido ao comprimento de pista, Somente aviões pequeno e helicópteros a usam.

06

5. Aeroporto Internacional Princesa Juliana

Localizado em São Martinho, o Aeroporto Internacional Princesa Juliana (em homenagem a realeza holandesa) tem pessoas que agarram para suas câmeras a cada vez que um avião faz o seu caminho para a pista, que começa a poucos metros da borda do oceano.

05

4. Aeroporto de Barra

O Aeroporto de Barra, na Escócia, é o único aeroporto do mundo onde voos regulares, voos fretados e privadas fazem seus pousos e decolagens da praia. Na maré alta, as pistas ficam completamente debaixo d’água.

04

3. Aeroporto Internacional da Cote d’Azur

O Aeroporto Internacional da Cote d’Azur está localizado a 6 km do sudoeste de Nice, na região dos Alpes Marítimos da França. É o principal ponto de chegada para os passageiros que viajam para a área Cote d’Azur (Riviera Francesa).

03

2. Aeroporto Internacional de Las Vegas

Para aqueles com sonhos de ganhar muito dinheiro nas nas mesas de jogos em Las Vegas, nada impressiona mais do que o voo para o Aeroporto Internacional de Las Vegas (também conhecido como Aeroporto Internacional McCarran). Aqueles no assento da janela começam a ver a cidade aparecendo magicamente do deserto, quando a visão da magnífica e iluminada Las Vegas Boulevard, também conhecido como “The Strip”, é avistada.

02

1. Aeroporto de Queenstown

O Aeroporto de Queenstown é o único aeroporto internacional no Sul da Nova Zelândia. Localizado no coração das paisagens mágicas da Nova Zelândia com montanhosas, lagos e diversos rios. Por isso, não resta dúvidas do motivo que este aeroporto foi votado por ter a chegada mais cênica de todos os aeroportos do mundo.

01

 

 

[ Readmore. ]

Os agitos do mês de julho

Chegou o meu mês favorito! Julho! O mês do meu aniversário! Além disso, julho é mês para curtir praias no Hemisfério Norte e um friozinho agradável em diversos destinos do Sul e Sudeste do Brasil. Para além desses contrastes, o turista encontra, nas próximas semanas, excelentes oportunidades para festejar em diversos lugares do mundo. No dia 4, os Estados Unidos celebram seu famoso “Independence Day”. No dia 14, é a vez da França comemorar a Queda da Bastilha. E há muito mais eventos vindo por aí.

Veja abaixo uma lista com lugares extremamente atraentes para este mês e escolha seu lugar ideal.

Dia da Queda da Bastilha

No dia 14 de julho, a França celebra um dos mais importantes momentos do seu calendário: o dia da Queda da Bastilha, ocorrido nesta data em 1789 e considerado como o grande marco da Revolução Francesa. Espere muita diversão se você estiver no país gaulês neste dia: haverá shows de fogos de artifício perto da torre Eiffel e em áreas como Montparnasse, um pomposo desfile militar pela famosa avenida Champs-Elysées (na foto), uma exibição de aviões da Força Aérea pintando os céus de Paris com as cores da bandeira francesa e diversos shows musicais ao redor da Cidade Luz. É só pegar uma garrafa de vinho e se jogar na balada!

01

Independence Day

Se você está pelos Estados Unidos neste começo de mês, não dá para perder uma das datas mais festivas da nação norte-americana. O dia 4 de julho, o Dia da Independência dos EUA, é celebrado efusivamente em todo o país, com fogos de artifício no céu e muitas baladas em terra. Alguns dos melhores lugares para presenciar o evento são a cidade da Filadélfia (local onde foi declarada a independência dos Estados Unidos), a área do rio Hudson (entre Nova York e Nova Jersey, onde haverá um show de fogos de artíficio) e o Mount Rushmore, onde estão esculpidos os rostos dos ex-presidentes George Washington, Thomas Jefferson, Theodore Roosevelt e Abraham Lincoln, e que também é iluminado por um show pirotécnico inesquecível.

02

Festa de São Firmino

Corridas das festas de São Firmino, na Espanha: para uns, uma brincadeira de mau gosto com os animais. Para outros, uma diversão cheia de adrenalina. Se você faz parte do segundo grupo, prepare-se: o famoso evento em que multidões fogem de touros na cidade espanhola de Pamplona acontece neste mês, mais precisamente entre os dias 6 e 14 de julho. Mas o evento é não apenas a corrida dos touros: durante os festejos, Pamplona é tomada por eventos musicais, procissões cristãs e shows de fogos de artifício.

03

Calor na Europa

Você gosta do calor e de curtir uma praia badalada e cheia de gente? Pois diversos trechos do litoral europeu podem ser seu destino ideal em julho. Neste mês, o calor chega de vez a grande parte do Velho Continente e diversas praias locais estarão em perfeitas condições para um banho de mar e para pegar um bronzeado. Os melhores países para tal programa de viagem são Grécia, Croácia, Montenegro, França, Itália, Portugal e Espanha (neste país ibérico está a badalada Ibiza, na foto). Espere, entretanto, preços mais elevados e muita gente com quem dividir as faixas de areia.

04

Festival em Barbados

Neste mês ocorre um dos mais animados eventos do Caribe e arredores: o festival “Crop Over”, que toma conta da ilha de Barbados durante o mês de julho. A celebração remonta ao século 17, quando marcava o final da época da colheita da cana-de-açúcar em Barbados. Hoje, a época continua sendo usada como o ponto de ignição de enormes e coloridas festas de rua, em que os participantes (nativos e turistas) se vestem com fantasias extravagantes, curtem músicas caribenhas e, lógico, bebem muito rum. E lembre-se que atualmente é fácil chegar a Barbados: há voos diretos partindo do aeroporto de Guarulhos rumo à cidade de Bridgetown, capital da ilha.

05

Friozinho em Campos do Jordão

Com o clima frio em diversas partes do Brasil, é hora de curtir as paisagens de cidades que combinam com o clima. Uma das mais famosas delas é Campos do Jordão (SP), que, neste mês, tem uma agenda repleta de atrações para o visitante, principalmente envolvendo o Festival de Inverno de Campos do Jordão, que promoverá concertos em que o público pode escutar obras de Bach, Mozart e Astor Piazzola. E isso sem falar na deliciosa gastronomia que combina com o inverno servida nos restaurantes locais e na saborosa cerveja da Baden Baden. Gramado (RS) e Petrópolis (RJ) são outros destinos perfeitos para curtir um friozinho em julho.

06

Parques aquáticos pelo Brasil

O Sul e Sudeste do Brasil passam frio neste mês, mas é possível aproveitar as férias escolares para levar a criançada para curtir água e sol em outros lugares do país. Uma ótima pedida para julho são os parques aquáticos do Centro-Oeste e Nordeste, onde o clima tende a se manter cálido e perfeito para se divertir em toboáguas e piscinas. O destaque, aqui, fica com o Beach Park (na foto), localizado em Aquiraz (CE) e que, em seus 180.000 mil m², abriga diversos hotéis e um enorme complexo de toboáguas, quase sempre com vista para a linda praia de Aquiraz. O Rio Quente Resorts, em Goiás, com suas águas quentinhas, também é outro destino que merece uma visita.

07

Driblando o frio (sem crianças)

Se a intenção for fugir do frio dentro do Brasil (e você ainda não tiver nenhuma criança para levar na jornada), há ótimas opções de destino dentro do país, principalmente para quem gosta de natureza: o Deserto do Jalapão (no Tocantins), a Chapada dos Guimarães (em Mato Grosso), as praias de Jericoacoara (Ceará, na foto) e as praias da Ilha de Marajó (Pará) oferecem temperaturas agradáveis para admirar paisagens naturais e realizar lindas caminhadas. Destinos nordestinos como Natal (RN), Maceió (AL) e João Pessoa (PB) também aliam belas paisagens com bom clima em julho.

08

Fonte: UOL

[ Readmore. ]